IMG_8906

Grupo de Dança da Rede completa 14 anos

Com alegria, integração e muito orgulho, assim foi a comemoração dos 14 anos de existência do Grupo de Dança Vida Nova, da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau, na segunda-feira, dia 8. Hoje com 20 pacientes em média, do setor das Mastectomizadas, o grupo de danças, sênior e circular, foi fundado por iniciativa da voluntária Irani Odebrecht, e é orientado pela profissional de Educação Física e voluntária Bráulia Maria Reinert Inãna. “Este é um projeto da Rede que tem um papel fundamental no tratamento pós-cirúrgico de mastectomia, pois utiliza a dança como instrumento de ajuda a nossas pacientes para enfrentarem as dificuldades psicológicas, físicas e de baixa autoestima”, afirma Maria Christina Dorigatti, presidente da RFCC de Blumenau.

Através da dança sênior as pacientes participam em pé ou sentadas, de forma lenta ou rápida e conseguem ter um maior entrosamento entre si. “Este tipo de dança é muito importante para o processo de recuperação de nossas pacientes uma vez que trabalha o ritmo, a coordenação, o toque e a parte cognitiva, pois as participantes precisam memorizar as coreografias”, explica a professora e voluntária Bráulia e acrescenta, “já a dança circular é alegre ou meditativa e através da sua energia, quebra o gelo desinibindo as participantes”.

Além de dançar semanalmente, o grupo Vida Nova participa de encontros com outros grupos de danças e faz apresentações em festividades como Dia das Mães, Festa Junina e Natal.