DiaMulher 2

Rede Feminina de Blumenau promove atividades com pacientes de hospital no Dia Internacional da Mulher

Os pacientes em tratamento quimioterápico do Hospital Santo Antônio em Blumenau, tiveram uma surpresa no dia 8 de março deste ano. As voluntárias do setor de Apoio Moral da Rede Feminina de Combate ao Câncer prepararam uma comemoração especial para o Dia Internacional da Mulher. Com as parcerias da poetisa Dorothy Steil e do artista Marcelo Vieira, que realiza show cover de Elvis Presley, os pacientes passaram momentos de descontração e alegria durante a quimioterapia. Mas a grande surpresa para todos ficou por conta de uma dos pacientes que acompanhou com sua flauta a performance de Marcelo Vieira. Sem dúvida mais um dia ficará marcado para pacientes e voluntárias da Rede.

IMG_0088

Pacientes participam de atividade recreativa durante tratamento quimioterápico

O Apoio Moral da Rede Feminina de Blumenau, realizou, na último dia 05 de setembro, mais uma atividade recreativa junto aos pacientes em tratamento quimioterápico no Hospital Santo Antônio. Um animado bingo, com brindes doados pelas pacientes Ana Teresinha Simas e Vera Lúcia Quintino, que fizeram sua última sessão de quimioterapia, movimentou pacientes e voluntárias. A pequena Manuela, nossa doce paciente, ganhou uma boneca doada pela paciente Lurdes Gonçalves. Carinho e alegria para enfrentar a dor com esperança.

18601554_1464353970251597_1444194186_n

Rede Feminina oferece momentos de descontração a pacientes em tratamento quimioterápico

Os pacientes do Hospital Santo Antônio tiveram momentos de descontração e alegria durante o tratamento quimioterápico em abril e maio quando a equipe do Apoio Moral da Rede Feminina realizou bingos com diversos brindes. Nas três edições foram em média 15 pacientes em cada dia. “Essas atividades desenvolvidas com os pacientes dentro do hospital, torna o tratamento mais leve e podemos perceber a alegria em seus rostos”, afirma Maria Christina Dorigatti, presidente de Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau

IMG_6541-web

Pacientes da Rede Feminina de Blumenau recebem chapéus especialmente confeccionados para elas.

Como um elemento de moda pode auxiliar na sociabilidade e autoestima de mulheres em tratamento quimioterápico. Essa foi a proposta do Projeto Oficina do Chapéu realizado pela pesquisadora Gabriela Poltronieri Lenzi, com pacientes da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Blumenau e que teve seu ponto alto na terça, dia 27 de julho, com a entrega de chapéus especialmente confeccionados nos últimos quatro meses.

O Projeto realizado por Gabriela faz parte da pesquisa de campo para seu doutorado em Antropologia, da Universidad de Salamanca na Espanha. “A intenção é buscar compreender como e se, um elemento de moda, como o chapéu, pode servir como um apoio, auxiliando na autoestima durante o tratamento de a quimioterapia”, explica a pesquisadora.

Na Oficina, chapéus foram criados e desenvolvidos por pacientes e voluntárias que frequentam a Rede Feminina de Blumenau, para serem utilizados por mulheres que estão em tratamento quimioterápico e que, como consequência, perdem o cabelo. Além de visar o auxílio na autoestima, o Projeto busca também promover a interação entre pacientes já curadas com pacientes em tratamento. “É tão gratificante, tão gostoso saber que fizemos algo por alguém que está passando o mesmo processo que nós passamos, e poder ajudar de alguma forma”, disse Maria Gorete Monteverde, participante da Oficina e paciente da Rede há um ano.

Durante o encontro promovido pela RFCC de Blumenau, pacientes presenteadas puderam conhecer e interagir com as mulheres que confeccionaram seus chapéus. “A ideia é que esses chapéus possam também ser utilizados por outras pacientes, uma vez que as mulheres que hoje os receberam possam trazê-los à Rede quando os mesmos não forem mais necessários” explicou Tatiana Regina Lenzi Alvise, presidente da Rede Feminina de Blumenau.

Para ver mais fotos, acesse nossa Galeria de Fotos aqui no site